Adicional de Periculosidade

O Que Diferencia o Adicional de Periculosidade?

O adicional de periculosidade para eletricista, eletricitário, é diferente dos demais, pois nele o adicional de hora-extra, caso haja, incide sobre o adicional de insalubridade.

Para saber mais sobre cálculo continue lendo o artigo que você irá encontrar periculosidade NR, base de cálculo de periculosidade, periculosidade e insalubridade e mais!

Agora, se tiver interesse em fazer outros cálculos, confira nossas calculadoras online.

Nossa calculadora utiliza sistema de 24h para quem trabalha como horista nessa área, porém caso queira cálculo de insalubridade sobre o total de seu salário, basta calcular para 20h e multiplicar o resultado por 10 caso você trabalhe 200h por mês ou faça o cálculo para 22h e multiplique o resultado por 10, se trabalha 220h por mês.

CALCULADORA DE ADICIONAL DE PERICULOSIDADE
Salário Bruto

Horas trabalhadas por mês (40h semanais equivalem a 200h mês e 44h semanais equivalem a 220h)

Quantidade de Horas Periculosas

É Eletricitário?

Eram também Horas Extras?

Como Utilizar a Calculadora de CLT?

1º Exemplo: Funcionário Eletricitário Recebe R$ 1000,00 Bruto e Trabalha 200 Horas Por Mês. Realizou 5 Horas Extras.

  1. Valor hora normal: R$ 1.000,00 : 200 = R$ 5,00
  2. Valor da hora de Periculosidade: 30% de R$ 7,50 (R$ 5,00 + R$ 2,50) = R$ 2,25
  3. Valor Total das horas de Periculosidade: 5 x R$ 2,25 = R$ 11,25
  4. Valor da hora-extra: 50% de R$ 5,00 = R$ 2,50
  5. Valor total das horas extras: R$ 12,50
  6. Total a receber: R$ 23,75

2º Exemplo: Funcionário Recebe R$ 1000,00 Bruto e Trabalha 200 Horas Mês. Realizou 20 Horas Extras.

  1. Valor hora normal: R$ 1.000,00 : 200 = R$ 5,00
  2. Valor da hora de Periculosidade: 30% de R$ 5,00 = R$ 1,50
  3. Total a receber: 20 x R$ 1,50= R$ 30,00 de adicional de periculosidade.

Quem Tem Direito do Adicional do Periculosidade?

Antes de falar quem tem direito ao Adicional de periculosidade, no que tange a CLT, vamos entender o que são considerado atividades perigosas.

Na forma da regulamentação aprovada pelo Ministério do Trabalho, aquelas que, por sua natureza ou métodos de trabalho, impliquem o contato permanente com:

  • Inflamáveis ou explosivos, em condições de risco acentuado.
  • Energia elétrica.
  • Substâncias radioativas, ou radiação ionizante.

O funcionário que trabalha em condições de adicional de periculosidade recebe 30% sobre o salário efetivo, não incidindo esse percentual sobre gratificações, prêmios ou participações nos lucros da empresa.

Caso o funcionário trabalhar em serviço insalubre e perigoso, deverá optar pelo adicional de um dos dois.

A caracterização e a classificação de insalubridade ou periculosidade, de acordo com as normas do Ministério do Trabalho, serão feitas por meio de perícia a cargo do Médico do Trabalho ou Engenheiro do Trabalho, registrado no Ministério do Trabalho.

Vale notar que o adicional de periculosidade é de 30% sobre o salário-base e não sobre o salário mínimo.

Exemplo: Um funcionário que recebe R$ 2.500,00 e recebe adicional de periculosidade.

Salário-base = R$ 2.500,00

            Adicional de periculosidade = 30% de R$ 2.500,00 = R$ 750,00

            Total = R$ 2.500,00 + R$ 750,00 = R$ 3.250,00

Adicional de Periculosidade a Súmula Nº 191 do TST, Com a Nova Redação Dada Pela Resolução Nº 121, de 28-10-2003, Preceitua:

“O adicional de periculosidade incide, apenas, sobre o salário básico, e não sobre este, acrescido de outros adicionais. Em relação aos eletricitários, o cálculo do adicional de periculosidade deverá ser efetuado sobre a totalidade das parcelas de natureza salarial.”

Exemplo: o funcionário, que não seja eletricitário, fez 30 horas extras durante o mês e ganha por hora R$ 10,00; com os 50% do adicional a hora extra é de R$ 15,00. O adicional incide apenas sobre o valor hora base (R$ 10,00) e não sobre os R$ 15,00.

Sendo assim, temos 30h x R$ 3,00 (30% de R$ 10,00) = R$ 90,00 e não 30h x R$ R$ 4,50 (30% de R$ 15,00) = R$ 135,00.

Para o empregado eletricitário aplica-se sobre o total das parcelas, ou seja, sobre o valor-hora base, R$ 4,50, este como valor correto a ser considerado: R$ 135,00.

A Norma Reguladora NR 16 Destaca as Atividades e Operações Perigosas

Clique nos anexo e veja o que diz cada situação:

Anexos:

Fonte: G/T Guia Trabalhista; Cálculos Trabalhistas 27ª edição – Oliveira, Aristeu


Quer Baixar o E-book Completo de Cálculos Trabalhistas?

Ao se cadastrar em nossa lista será liberado o link para download do e-book completo de Cálculos Trabalhistas.

Claro, 100% livre de Spam.


Deixe um comentário

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.